MENU

Vida noturna no Cairo: as surpresas de uma cidade que não dorme

Já parou para pensar como os egípcios se divertem à noite? Quer saber se a noite do Cairo vale a pena? Temos uma surpresinha aos passageiros que nos acompanharão em nossa próxima aventura à terra dos faraós: a vida noturna no Cairo é PERFEITA!

A maioria das pessoas se surpreende em saber como a capital do Egito é animada à noite, tanto que poderia facilmente ser conhecida como uma cidade que nunca dorme. E justiça seja feita: o lazer na noite do Cairo é superinteressante.

Muitos turistas acreditam, inclusive, que a noite do Cairo é ainda mais interessante do que o dia. A transformação de uma capital empoeirada, engarrafada e abafada, para um lugar exótico, fresco e com transito tranquilo, acontece todos os dias quando o sol se põe.

Os hotéis ficam todos iluminados e a orla do Rio Nilo traduz-se em um verdadeiro cartão postal, virando o lugar ideal para as mais variadas aventuras gastronômicas, cafés incríveis, muitos bares e baladas movimentadíssimas.

As lojas e comércio local que os brasileiros amam para fazer as comprinhas que nunca podem faltar em qualquer viagem ficam abertos altas horas, tipo 2h da madrugada! Algumas podem inclusive ser 24h, isso é normal na capital! Aliás, para os egípcios é muito comum sair para fazer compras ou jantar por volta da meia-noite.

Os egípcios adoram sair à noite. Eles têm o hábito de ficar sentados olhando o movimento. As pontes e ruas mais conhecidas ficam lotadas com grupos de amigos em suas cadeirinhas nas calçadas.

 

Esta cidade possui uma vasta diversidade de restaurantes, cafés e bares. O turista pode encontrar todo tipo de comida, desde lugares típicos à cozinha internacional.

Os melhores e mais caros estão localizados no interior dos hotéis 5 estrelas. As bebidas alcoólicas são mais fáceis de serem encontradas nestes lugares, pois não são todos que as comercializam.

Redes internacionais como o Buddah Bar e Hard Rock Café ficam dentro destes hotéis. Mas também tem as opções dos restaurantes flutuantes, vários barcos ancorados na orla, grandes e iluminados, que foram transformados em restaurantes de cozinhas internacionais. Muitos deles são ao ar livre e nos dias menos quentes são uma opção e tanto. Existem também os que se movimentam pelo rio, uma ótima opção para turistas, pois oferecem jantar e show local além de o passeio ser super agradável.

Restaurantes simpáticos e exóticos são um dos pontos atrativos dos bairros de Zamalek, Maadi e Mohandessin. Não deixe de visitar o Sequóia, o Blue Nile e o Le Pacha.

Uma outra dica (tanto gastronômica quanto turística) super legal é subir a torre do Cairo no final da tarde e curtir um pôr do sol que colore os céus da cidade e depois o visual noturno quando as luzes da capital são acesas. Abuse da vista tomando um café ou jantando no restaurante rotativo que proporciona uma visão de 360º de toda a região.

Realmente o Cairo é muito rico e variado em relação a gastronomia; escolhendo bem o restaurante, um turista brasileiro poderá fazer uma refeição digna de um rei por um preço nada salgado comparado ao que estamos acostumados pagar aqui no Brasil.

Para aqueles que querem um agito mais forte, o destino também oferecer casas noturnas bem legais. Vai do jazz ao eletrônico e são na maioria frequentadas por estrangeiros.

As cafeterias também são excelentes. Redes como a Starbucks, Costa Coffee e Cilantro são as mais famosas e internacionais, mas tem muitas outras que podemos não conhecer espalhadas pela cidade, e todas ficam abertas até altas horas e estão sempre lotadas.

O único problema (tanto de dia quanto à noite) é que por aqui ainda não existe nenhuma restrição ao fumo em locais públicos, restaurantes, lojas… O fumo é livre, e como fumam! Em todos os lugares, em todos os momentos…

E finalmente, se você não resiste a um show típico, não deixe de reservar uma noite para isso. Uma curiosidade a respeito: apesar de o Egito ser considerado o Santo Graal da dança do ventre, a dança não é vista com bons olhos pelos egípcios, que não consideram uma profissão respeitável, já que as dançarinas expõem a barriga; logo, a maioria por lá são estrangeiras, incluindo brasileiras. De qualquer forma, há muitas casas de shows, especialmente barcos no Nilo que oferecem jantares com apresentação desse tipo de dança (nossa dica é o luxuoso Nile Maxim 5* ou, para os mais econômicos, o Barco Crystal 4*). Também é tradicional e folclórica a dança Sufi, um balé de rodopios que lembra uma espécie de meditação; a dica é no El Tannoura Show.

Ahhh, quase íamos esquecendo: quando a noite cai, as pirâmides não dormem!

Reserve uma noite para o show de som e luz das grandes pirâmides. O show tem duração de 1 hora sob as estrelas. Usando raios de laser e projeções de luz nas paredes do Templo, nas areias do deserto, nas paredes da pirâmide e na própria Esfinge, uma história resumida do Egito se desenrola vista através dos olhos da Esfinge. A trilha sonora complementa o ambiente e a voz da Esfinge é convenientemente misteriosa!

 

Gostou? Então leia bem: a Operadora Ponto Com está com viagem marcada para o Egito em abril, com guia acompanhante desde Porto Alegre!

Período da viagem: 5 a 15 de abril de 2019
Investimento: 10x R$ 464 (pacote terrestre) com taxas já incluídas
Roteiro completo: Egito com Cairo, Alexandria, Cruzeiro no Nilo e Hurghada — 10 noites / 11 dias

Informe-se! E-mail: cida@operadora.tur.br